Die deutsch-spanische Kulturzeitschrift Österreichs

CulturaLatina: Lateinamerikanische Zeitschrift Österreichs auf Spanisch und Deutsch

Bestellen Sie hier die aktuelle CulturaLatina!
- - - -

Corona-Krise: Alle Veranstaltungen in Österreich abgesagt / Todos los eventos en Austria cancelados


Veranstaltungen

Lun Mar Mié Jue Vie Sáb Dom

Cultura de Austria

  • Tracht y Dirndl
    Tracht y Dirndl El Tracht para los hombres y Dirndl para las mujeres, son los trajes típicos de…
  • ¿Qué es Krocha?
    ¿Qué es Krocha? Krocha en dialecto y Kracher en el idioma alemán estándar. Se denomina “Krocha” o “Kracher”…
  • ¿Conoce las "Mohnzelten"?
    ¿Conoce las "Mohnzelten"? Mohnzelten, en español "tiendas/carpas de amapolas" son una especialidad dulce típica de la región del…
  • ¿Comida vienesa o de Austria?
    ¿Comida vienesa o de Austria? La gastronomía vienesa no se puede comparar con la del resto de los Estados federados…
  • El Palacio de Schönbrunn
    El Palacio de Schönbrunn El Palacio de Schönbrunn construido en el siglo XVI es una de las principales obras…
Viernes, 19 Abril 2013 22:48

Correio Braziliense - Renato Russo em dose dupla

Diretor René Sampaio (D) durante as filmagens de Faroeste caboclo em 2011: pré-estreia em 13 de maio em um shopping da capital. Renato Alves

Milhares de jovens brasileiros dos anos 1980 sabiam de cor e salteado os 159 versos de Faroeste caboclo. René Sampaio de Honório Ferreira era um deles. Ouviu a canção, de 9 minutos, pela primeira vez aos 14 anos.

Na época, morava em Brasília, terra da Legião Urbana. Quando começou a se interessar por cinema, ele sonhava ver nas telonas as desventuras de João de Santo Cristo, o “bandido destemido e temido no Distrito Federal” criado por Renato Russo em 1979, aos 18 anos.

Agora, aos 39 anos, René aguarda ansiosamente a estreia do seu primeiro longa-metragem. Faroeste caboclo, o filme, chega às salas de todo o país em 20 de maio. E, por meio dele, segundo o diretor, o Brasil conhecerá o “lado humano” e a face “verdadeira” da cidade onde o protagonista da obra desembarcou como um “rapaz trabalhador”.

Conforme o Correio antecipou, o filme será exibido primeiramente em 13 de maio em Brasília. Os protagonistas da trama virão à pré-estreia em um shopping. Brasiliense de nascença e criação, René Sampaio espera uma recepção calorosa por parte dos conterrâneos. Por outro lado, ele tenta não pensar na reação dos fãs de Renato Russo e da Legião Urbana. “Decidi não pensar no assunto, em dar uma resposta a eles, senão o filme fica muito travado”, afirmou, em entrevista por telefone. No momento, ele está em São Paulo, dando os últimos retoques na montagem. René vive entre Brasília, onde tem família, São Paulo, Rio de Janeiro e Nova York, produzindo filmes publicitários.

Após enfrentar uma briga judicial no início do projeto — apesar da aprovação da família de Renato Russo, a Editora Tapajós, detentora de direitos autorais da Legião, tentou impedir a adaptação cinematográfica; pedido negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) —, em novembro de 2006, René e Paulo Lins (autor do clássico Cidade de Deus) estiveram juntos em Brasília pela primeira vez, fazendo pesquisa de campo para o longa. Na época, a dupla conversou com traficantes, prostitutas e roqueiros, além de recolher muito documento para o primeiro tratamento do roteiro.

A saga de João de Santo Cristo, no entanto, começou a ser filmada somente em 2011. Quase todas as locações ocorreram no Distrito Federal. Serviram de cenário a Universidade de Brasília (UnB), o Parque da Cidade, a Esplanada dos Ministérios, a Praça dos Três Poderes, o Lago Paranoá e algumas superquadras. Já Ceilândia foi retratada por meio de uma cidade cinematográfica erguida no Jardim ABC, bairro da Cidade Ocidental (GO), na divisa de Goiás com o DF. A comunidade recebeu a equipe por quatro semanas.

Escrito por Marcos Bernstein e Victor Atherino, com consultoria de Paulo Lins, o roteiro ambienta a rotina violenta de quadras do Plano Piloto e, principalmente, da periferia de Brasília entre 1979 e 1981. Para dar vida à canção nas telonas, os roteiristas criaram novos personagens. Além de João, Maria Lúcia e Pablo, há um senador (Marcos Paulo) e um policial corrupto (Antonio Calloni).

Entre os protagonistas, estão Fabrício Boliveira (minissérie Suburbia) no papel de Santo Cristo, rapaz pobre do interior da Bahia que se muda para Brasília em busca de uma vida melhor. Já Maria Lúcia, a quem Santo Cristo o coração prometeu, é vivida por Isis Valverde. Jeremias — “maconheiro sem-vergonha, que desvirginava mocinhas inocentes e se dizia que era crente, mas não sabia rezar” — é interpretado pelo ator de teatro Felipe Abib.

Biografia
Antes de Faroeste caboclo, Brasília ganhará a telona por meio de Somos tão jovens. Com estreia em circuito comercial anunciada para 3 de maio, enfoca a adolescência de Renato Manfredini Jr. e como ele se tornou Renato Russo. Dirigido por Antônio Carlos da Fontoura, conta a história de um garoto que, após se mudar do Rio para Brasília, em 1973, começou a sofrer uma doença óssea rara, a epifisiólise, fez uma cirurgia e ficou em cadeira de rodas.

Somos tão jovens vai revelar como um rapaz de Brasília, no fim da ditadura, criou canções como Que país é este?, Música urbana, Geração Coca-Cola, Eduardo e Mônica e Faroeste caboclo, hinos da juventude urbana dos anos 1980 que continuam a ser cultuados por uma crescente legião de fãs. A direção musical é de Carlos Trilha, ex-integrante da banda de apoio da Legião e arranjador e produtor de dois CDs solos de Renato Russo, The Stonewall celebration concert e Equilíbrio distante.

Além de atuar no papel de Renato Russo, Thiago Mendonça interpretou todas as músicas no filme, sem dublagem. Para incorporar Renato Russo, ele, que nunca havia tocado ou cantado antes, passou meses se preparando para executar as músicas do longa em performances ao vivo. Além de aulas de canto e violão, o ator teve a oportunidade de conhecer o cantor por meio dos olhos de pessoas muito próximas a ele. Como em Faroeste Caboclo, superquadras, áreas verdes e monumentos da capital também serviram de cenário para as locações.

Adiamentos
Orçado em R$ 6 milhões, Faroeste caboclo tinha estreia prevista para outubro de 2011, depois adiada para o início de 2012. No entanto, os produtores esbarraram na falta de dinheiro para concluir o longa. Uma equipe de mais de 100 pessoas, entre atores, produtores e técnicos, participou das locações na capital, em abril e maio de 2011. O restante foi rodado em junho e julho, no Polo Cinematográfico de Paulínia (SP) e no sertão pernambucano, que serviram de cenário para as cenas da infância e da juventude de João do Santo Cristo.

Em Florianópolis
Com um orçamento de R$ 6,4 milhões, as filmagens de Somos tão jovens começaram no fim de maio de 2011. Após quatro semanas em Brasília, em julho de 2011, a produção mudou-se para Paulínia (SP) para mais quatro semanas de gravações. A pré-estreia do filme ocorreu em Florianópolis, no 4º Encontro de Cinema Nacional, em 8 de março.

Entrevista - René Sampaio
René Sampaio começou a trabalhar realizando vídeos experimentais enquanto estudava comunicação social na UnB. Nos anos 1990, dirigiu e produziu curtas, videoclipes e documentários. Em 2000, lançou Sinistro, vencedor dos prêmios de melhor filme — do júri oficial, do júri popular e da crítica — no 33º Festival de Cinema de Brasília, além de mais 15 prêmios em outros festivais. Em entrevista ao Correio, René antecipa um pouco do que o espectador verá no filme.Por que filmar Faroeste caboclo como o seu primeiro longa-metragem?

Foi um sonho. Um sonho desde moleque. Queria fazer esse filme. Quando todo mundo falava que a música dava um filme, eu já o imaginava. Tentei comprar o direito autoral duas, três vezes. Uma vez, cheguei, conversei com a Bianca (de Felippes), e ela, em dois ou três telefonemas, resolveu tudo.

É um filme para fãs da Legião, do Renato Russo?
Também. Fiz um filme para ao menos um fã, que sou eu. Mas não é só para fãs da Legião. É para quem gosta de cinema. Uma música pode ser uma experiência de nove minutos (tempo de duração de Faroeste caboclo); um livro, de dias; já um filme é uma experiência de duas horas. Cada um tem a sua característica.

Você teme a reação dos fãs da Legião?
Na verdade, não parei para pensar nisso. Mas é claro que dá um frio na barriga. Desde o início do projeto, decidi não pensar no assunto, senão o filme ficaria muito travado. E estamos falando de uma legião de fãs. Não dá para agradar a todos. Mas vamos combinar que, se metade deles gostar, já será bastante gente.

Que Brasília veremos na telona?
Uma Brasília que não é um cartão-postal nem a do estereótipo negativo, do lugar onde só tem político e ladrão. O filme mostra a Brasília de uma gente que trabalha, que rala, que tem planos, sonhos, uma cidade com suas desigualdades e com suas belezas naturais. Acima de tudo, o Brasil verá uma Brasília humana.

 

Artículos relacionados (por etiqueta)

  • Descubren otra tribu aislada en la Amazonía brasileña

    La Fundación Nacional del Indio (FUNAI), organismo gubernamental brasileño encargado de la protección de los intereses indígenas, ha difundido esta semana un video y fotos captados por un dron que muestra la vida de una tribu aislada en la Amazonía brasileña.

    La grabación fue realizada por FUNAI el año pasado en Vale do Javari (Brasil) en una expedición.

    El nombre de esta tribu es desconocido y aparentemente ha sido intencional, así como el hecho de que estos indígenas no quieren el contacto con la civilización.

    Según FUNAI en esa zona habitan 11 comunidades aisladas. Wallace Bastos, presidente de FUNAI afirmó: "Estas imágenes tienen el poder de hacer reflexionar a la sociedad y al gobierno sobre la importancia de la protección de estos grupos",

    De acuerdo con Bruno Pereira, coordinador de investigaciones de FUNAI en la región, estos materiales también ayudan a estudiar la cultura de las tribus. "Cuanto más sabemos sobre el modo de vida de las comunidades aisladas, más equipados estaremos para protegerlas", afirmó Pereira a AP

    A pesar de que FUNAI toma fotos y videos de las tribus aisladas con fines investigadores, no entra en contacto directo con ellas para no traumatizarlas. 
    Vale do Javari.

    Es uno de los territorios indígenas más grandes en Brasil, que se encuentra en la parte suroccidental del estado de Amazonas, cerca de la frontera con Perú. Su nombre proviene del río Javari, que es el principal río de la región. El río Javari ha marcado la frontera entre Brasil y Perú desde 1851.

    El área total de las áreas indígenas de Valle del Javari suman 85 444 km² (un área mayor que toda Austria), donde residen unos 3000 indígenas de diferentes etnias.

  • Gran día de Latinoamérica en la Cámara de Economía de Austria

    Quien piensa que Latinoamérica solo es sol, samba, tango y ron está dejando de ver varias cosas: Latinoamérica es un mercado de 500 millones de personas que se encuentra en un proceso cambiante y de resurgimiento.

    El evento del 15 de mayo en la Cámara de Economía en Viena presentará bajo el lema “Latinoamérica – Mercado cambiante y en auge de 500 millones” informaciones sobre el desarrollo económico, así como chances de negocio para empresas de Austria en y con países latinoamericanos.

    Carlos GARCÍA MORENO CFO de América Movil ofrecerá el discurso ”The Opportunities and Challenges of doing Business in Latin America" una inspección de los chances y retos para inversores en América Latina. Simón GAVIRIA MUÑOZ, Director del Departamento Colombiano Nacional de Planeación (Departement für nationale Planung) y Director del Partido Liberal Colombiano PLC (Liberale Partei Kolumbiens) expondrá en su ponencia temas sobre las nuevas estrategias de desarrollo y la orientación geopolítica de Latinoamérica.

    En una mesa redonda será analizada la pregunta, sí México y Brasil pueden desarrollarse en diferentes rumbos.

    En una siguiente mesa redonda tratarán la integración económica de Latinoamérica, el comercio libre, o sea, el Tratado de Libre Comercio de América del Norte (TLCAN), Alianza Pacífica, así como Mercosur. Esto sin olvidar la posición poco clara de la administración del actual presidente de USA, Trump que está en una posición de prueba.

    Otras ponencias y mesas de discusiones estarán dedicadas a temas como energía, medio ambiente, automotriz e ingeniería, así como infraestructura, ciudades inteligentes (Smart Cities) y muchos otros interesantes temas. La participación al evento es gratuita y las ponencias serán dictadas en español con traducción simultánea al inglés.

    El evento se lleva a cabo como parte del proceso de internacionalización go-international, una iniciativa de financiación del Ministerio Federal de Ciencia, Investigación y Economía y la Cámara Económica de Austria.

    El evento ofrece a los visitantes la oportunidad de conocer y tomar contacto con representantes de alto rango de la política y de la economía que representan a estos países.

    Más información e inscripciones en: https://www.wko.at/service/Veranstaltung.html?id=38e84e84-5280-48d1-a391-085ae6e9f742

     

  • Semana Brasileira de Literatura 2015 / 2016

    2ª parte de Semana Brasileira de Literatura. 25, 27 e 28 de janeiro de 2016. (português / alemão).

    25 de janeiro de 2016 - 19:00: Literatura Brasileira de Viena I – Poesia / Leitura e debate com Age de Carvalho.
    Mediação: Marina Corrêa. Leitura em alemão: Angelika Kropej. Lugar: Hauptbücherei Wien – Urban-Loritz-Platz 2a, 1070 Viena
     
    Age de Carvalho nasceu em Belém do Pará, mora em Viena há quase trinta anos. Uma das vozes poéticas brasileiras mais destacadas. Publicou vários volumes de poesia. Em 2006 lançou seu livro bilíngue Sangue-Gesang, traduzido para o alemão por Curt Meyer-Clason. Age de Carvalho fará a leitura de poemas de Sangue-Gesang e de Ainda: em viagem, seu livro de poesias mais recente, publicado em 2015 pela Ed. UFPa, Belém do Pará.

    27 de janeiro de 2016 - 18:30: Literatura Brasileira de Viena II – Poesias e crônicas. Leitura e debate com Marcelo Perocco e Lívia Mata
    Mediação: Alice Leal & Melanie P. Strasser. Lugar: Embaixada do Brasil – Pestalozzigasse, 4 / 3o andar, 1010 Viena.
     
    Marcelo Perocco nasceu em Minas Gerais e mora em Viena desde 1992. É escritor, dançarino, ator e fotógrafo. Ele fará a leitura de alguns de seus poemas, publicados em português em 2014 no livro Porque hoje é segunda e traduzidos para o alemão por estudantes do Centro de Estudos da Tradução da Universidade de Viena.
     
    Lívia Mata mora em Viena há mais de 20 anos; é escritora e artista gráfica. É autora de várias crônicas sobre as relações culturais entre Brasil e Áustria, disponíveis em http://strudeldebanana.com. Os textos de Lívia abordam, geralmente de forma cômica, as aventuras de Lina Mares, uma brasileira que vive em Viena, e seus amigos. As traduções para o alemão foram feitas por estudantes do Centro de Estudos da Tradução da Universidade de Viena. Além das crônicas, Lívia escreve também reportagens sobre temas relacionados ao Brasil, publicadas em jornais e revistas austríacos.
     
    28 de janeiro de 2016 - 19:00: Luiz Ruffato »Estive em Lisboa e lembrei de você« Apresentação de livro, leitura e debate com Luiz Ruffato e Michael Kegler.
    Mediação: Michael Kegler (tradutor de Ruffato). Lugar: Hauptbücherei Wien – Urban-Loritz-Platz 2a, 1070 Viena.
     
    Luiz Ruffato é considerado um dos mais renomados escritores brasileiros contemporâneos. Fez o discurso de abertura na cerimônia da Feira do Livro de Frankfurt em 2013. Seu primeiro romance, Eles eram muitos cavalos (2001) foi vencedor dos prêmios Troféu APCA e Prêmio Machado de Assis de melhor romance de 2001. O tema da série Inferno provisório, de cinco volumes, é a história da classe operária brasileira. Luiz Ruffato fará a leitura de trechos de seu romance Estive em Lisboa e lembrei de você, cuja tradução para o alemão foi publicada em 2015.
     
    Michael Kegler é tradutor e crítico literário alemão. Desde 1992, traduz obras de língua portuguesa para o alemão. Em 2014 recebeu, junto com Marianne Gareis, o Prêmio Straelen da Fundação das Artes de NRW (região da Renânia do Norte-Vestfália), considerado o prêmio de tradução de maior prestígio da Alemanha.

    Organização: Kathrin Sartingen, Alice Leal & Melanie P. Strasser
    Instituto de Romanística & Centro de Estudos da Tradução, Universidade de Viena

  • VI Consurso de desenhos infantis "Brasileirinhos no mundo"

    O Ministério das Relações Exteriores do Brasil, por intermédio da Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, torna público, para conhecimento dos interessados, que promoverá inscrições para participação no VI Concurso Internacional de Desenhos Infantis sobre o Brasil intitulado "O que aprendi na escola".

    Os dez melhores desenhos (em cada uma das três categorias), escolhidos por Comissão Julgadora constituída para esse fim, farão jus ao "Prêmio Itamaraty de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo".

    O período para entrega das inscrições e dos desenhos será de 18/01/2016 a 29/04/2016.

    As condições para o concurso estão no seguinte link: www.brasileirosnomundo.itamaraty.gov.br

    Links: DBR - Divisão das Comunidades Brasileiras no Exterior

  • Semana de literatura brasilera en Viena 2015 - Semana brasileira de literatura

    Cuentos, crónicas y poemas de Brasil contados por Kathrin Rosenfield, Paulo A. Soethe, Tércia Montenegro, Age de Carvalho, Marceo Perocco & Lívia Mata y Luiz Ruffato, en la Semana de la Literatura Brasilera 2015 en Viena.

    Dia 16 de dezembro, às 18:30, abertura da SBL 2015: Diálogos interculturais Áustria-Brasil-Alemanha.
    Kathrin Rosenfield: »Robert Musil e Clarice Lispector«
    Paulo A. Soethe: »O Brasil de Thomas Mann«
    Mediação: Kathrin Sartingen
    Residência da Embaixada do Brasil em Viena
    Prinz-Eugen-Straße, 26, 1040 Viena

    Kathrin Rosenfield, professora de Filosofia e Literatura na Universidade Federal do Rio Grande do Sul,
    tradutora de Robert Musil – entre outros autores – para o português, recebeu o renomado
    Prêmio Mário de Andrade por seu livro Desenveredando Rosa. Ensaios sobre a obra de J. G. Rosa (2006).

    Paulo A. Soethe é professor de língua e literatura alemã na Universidade Federal do Paraná, em Curitiba.
    Em 2015 recebeu o renomado Prêmio Jacob- und Wilhelm-Grimm do DAAD
    (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico). É pesquisador tanto da obra quanto da história da
    família brasileira de Thomas e Heinrich Mann e explora referências latino-americanas na literatura e língua alemãs.
    Para esse evento, é impreterível a confirmação de presença (até o dia 10/12/15):
    E-mail: cultural.viena@itamaraty.gov.br / Tel.: 01 512 0631-17.

    Zweisprachige Veranstaltungen – Portugiesisch / Deutsch.
    Eventos Bilíngues – Português / Alemão

    Dia 17 de dezembro, às 15:00, leitura e debate com a autora
    Tércia Montenegro  »O conto nordestino contemporâneo«
    Mediação: Kathrin Sartingen
    Instituto de Romanística, Sala ROM 6, Universitätscampus AAKH, Hof 8, Spitalgasse, 2, 1090 Viena

    Tércia Montenegro nasceu em Fortaleza, é escritora e professora do Departamento de Letras Vernáculas
    da Universidade Federal do Ceará. Publicou uma série de volumes de contos e também escreve literatura infantil.
    Por seu volume de contos, Linha férrea (2001), recebeu o Prêmio Redescoberta da Literatura Brasileira.
    O Grupo Teatral Cabauêba adaptou oito contos do livro para o teatro. Seu primeiro romance,
    Turismo para cegos (2015), venceu o Prêmio Biblioteca Nacional 2015 na categoria romance.

    25 Jänner 2016 - 19:00 Age de Carvalho
    Brasilianische Literatur aus Wien I: Lyrik - Ainda: em Viagem
    Buchpräsentation, Lesung, Diskussion Moderation: Marina Corrêa
    Hauptbücherei Wien – Urban - Loritz - Platz 2a, 1070 Wien

    27 Jänner 2016-  18:30 Marceo Perocco & Lívia Mata
    Brasilianische Literatur aus Wien II: Lyrik & crônicas
    Moderation: Alice Leal & Melanie
    P. Strasser Botschaft von Brasilien  – Pestalozzigasse 4/3. Stock, 1040 Wien

    28 Jänner 2016 - 19:00 Luiz Ruffato
    Ich war in Lissabon und dachte an dich – Buchpräsentation, Lesung, Diskussion
    Moderation: Michael Kegler (Übersetzer von Ruffato)
    Hauptbücherei Wien – Urban-Loritz-Platz 2a, 1070 Wien

    A Semana Brasileira de Literatura visa a apresentar ao público austríaco as relações interculturais e
    intertextuais entre a literatura brasileira e a de língua alemã.
    Será dada ênfase especial à literatura brasileira contemporânea e seus jogos com formas »curtas«
    como o conto, a crônica e o poema.

    Organização: Kathrin Sartingen, Alice Leal & Melanie P. Strasser
    INSTITUT FÜR ROMANISTIK & ZENTRUM FÜR TRANSLATIONSWISSENSCHAFT, UNIVERSITÄT WIEN

  • Magnífica exposição fotográfica “Barco de Fogo” do brasileiro Márcio Garcez

    O Centro de Estudios Brasileños da Universidad de Salamanca recebe em junho a exposição fotográfica “Barco de Fogo”, do fotógrafo brasileiro Márcio Garcez, contemplada na Convocatória para Residência Artística 2015.

    O acervo será inaugurado no dia 17 de junho, às 11h, na Sala de Exposiciones Palacio de Maldonado, Plaza de San Benito, Salamanca – Espanha e ficará aberto a visitação, de forma gratuita, nos horários das 9h às 14h, de segunda a sexta, até o dia 17 de julho de 2015.

    A exposição conta com trinta imagens que registram o processo de confecção e apresentação do Barco de Fogo, principal brincadeira popular do ciclo junino da cidade de Estância (Sergipe/Brasil). O trabalho documental de Márcio Garcez, que registrou os bastidores desta manifestação cultural popular, revela os processos de feitura dos artefatos, dos espaços de produção e apresentação, bem como a matéria-prima, o trabalho e a técnica de seus produtores.

    As imagens fazem parte do registro autoral do fotógrafo e artista sergipano, que ao longo de mais de vinte anos documenta com experiência, sensibilidade e técnica a cultura popular brasileira. A exposição conta com a curadoria da antropóloga e professora da Universidade Federal de Sergipe, Profª Rosana Eduardo e da pedagoga e presidente da Sociedade Austro Brasileira de Educação e Cultura – PAPAGAIO, Vanessa Tölle.
    Antes de chegar a Salamanca, a exposição “Barco de Fogo” passou por Recife (Pernambuco/Brasil) em 2014, tendo sido contemplada na 2ª Convocatória de Ocupação da Sala Alcir Lacerda, promovida pela Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco – SECULT e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – FUNDARPE. A exposição conta com o apoio da Sociedade Austro Brasileira de Educação e Cultura – Papagaio e VIPTUR, com a colaboração da Asociación de la Comunidad Brasileña de Salamanca – ABS.

    Mais informações:
    Centro de Estudios Brasileños - Sala de Exposiciones Palacio de Maldonado, Plaza de San Benito, Salamanca – España.
    Tel.: + 34 923 29 48 25.
    E-Mail: ceb@usal.es
    Abertura: 17 de Junho de 2015
    Período de visitação: 17 de Junho a 17 de Julho de 2015
    Horário: segunda a sexta, de 9h às 14h.
    Entrada gratuita.
    Fanpage da Exposição: Barco de Fogo por Márcio Garcez

    Contatos da Equipe

    Artista:
    Márcio Garcez
    marciogarcezvieira@yahoo.com.br
    marciogarcezvieira@gmail.com
    facebook.com/marciogarcezvieira
    Telefone: 0055 61 8327-8058
    Whatsapp: 0055 79 9971-4561

    Curadoras
    -Rosana Eduardo
    E-Mail: rosanaeduardo@yahoo.com.br
    -Vanessa Tölle
    Web: http://www.papagaio.at/
    E-Mail: vanenoronha@hotmail.com
    Facebook: Verein Papagaio

    Artista Marcio Garcez

  • Semana brasileira de literatura 2014: Leituras e debates bilíngues

    19 de novembro, 2, 3 e 5 de dezembro com Ana Paula Maia, João Paulo Cuenca & Cristovão Tezza e Daniel Munduruku.

    O Brasil é o tema central de uma série de eventos cujo objetivo é apresentar ao público austríaco a literatura do gigante sul-americano. Leituras bilíngues e debates com Ana Paula Maia, João Paulo Cuenca, Cristovão Tezza, Kathrin Rosenfield e Daniel Munduruku porão a riqueza intelectual e cultural do país em evidência, desconstruindo clichês europeus de um Brasil exótico.

    Organização: Kathrin Sartingen, Ulrike Jürgens, Carolina Santana Borges e Melanie Strasser

    Instituto de Romanística & Centro de Estudos da Tradução, Universidade de Viena

    19 de novembro, 19h – Ana Paula Maia

    Apresentação: Verena-Cathrin Bauer

    Leitura em alemão: Melanie Strasser
    Embaixada do Brasil, Pestalozzigasse 4/3° andar, 1010 Viena

    Ana Paula Maia, cujo primeiro sucesso A guerra dos bastardos (2007), traduzido para o alemão sob o título Krieg der Bastarde, causou sensação na feira de livros de Frankfurt em 2013, apresentará em Viena sua mais recente obra: o romance De Gados e Homens (2013, Editora Record; Von Vieh und Mensch). No livro reencontramos Edgar Wilson, que trabalha num matadouro, um microuniverso no qual as fronteiras entre o humano e o animalesco parecem desaparecer. Macabro, masculino e mórbido – não nos surpreende que Ana Paula seja frequentemente comparada a diretores de filmes como Quentin Tarantino, Sergio Leone e os irmãos Cohen.

    2 de dezembro, 19h – João Paulo Cuenca & Cristovão Tezza

    Apresentação: Kathrin Sartingen
    Leitura em alemão: Uli Jürgens
    Hauptbücherei Wien, Urban-Loritz-Platz 2A, 1070 Viena

    João Paulo Cuenca, considerado pela revista de literatura Granta um dos mais importantes jovens autores brasileiros, apresentará seu romance O único final feliz para uma história de amor é um acidente (Das einzig glückliche Ende einer Liebesgeschichte ist ein Unfall – trad. Michael Kegler), que se desenrola na cidade de Tóquio em um futuro próximo e traz elementos da cultura japonesa.

    Cristovão Tezza, jornalista, cronista, docente de literatura brasileira e autor, publicou dez romances, muitos deles passados em Curitiba, cidade que escolheu para se estabelecer. Nessa noite, o escritor lerá dos seus contos. Recebeu em 2008 os dois maiores prêmios brasileiros de literatura, o Prêmio Jabuti e o Prêmio São Paulo de Literatura.

    3 de dezembro, 19h – Discussão sobre literatura brasileira contemporânea com

    Cristovão Tezza & João Paulo Cuenca
    Mediação: Kathrin Rosenfield
    Leitura em alemão: Uli Jürgens
    Residência da Embaixada do Brasil, Prinz-Eugen-Straße 26, 1040 Viena

    Cristovão Tezza, jornalista, cronista, docente de literatura brasileira e autor, publicou dez romances, muitos deles passados em Curitiba, cidade que escolheu para se estabelecer. Nesta noite, o escritor apresentará seu romance O filho eterno (2007), que conta a história de um pai cujo filho nasce com síndrome de Down. A narrativa dessa experiência com suas inúmeras dificuldades, mas também suas saborosas pequenas vitórias, recebeu em 2008 os dois maiores prêmios brasileiros de literatura, o Prêmio Jabuti e o Prêmio São Paulo de Literatura.

    João Paulo Cuenca, considerado pela revista de literatura Granta um dos mais importantes jovens autores brasileiros, apresentará seu romance O dia Mastroiani (Mastroianni Ein Tag – trad. Michael Kegler). Cuenca descreve, em seu altamente irônico romance, um dia num lugar qualquer da cidade de São Paulo. Em menos de vinte e quatro horas, os protagonistas Pedro Cassavas, Tomás Anselmo, Verônica e a “doce Maria” andam no seu mundo autoestilizado e idolatrado de karaokês, barbeiros, quartos de hotéis e mansões em busca do sentido, da sensualidade e do momento perfeito.

    Presidirá a mesa nessa noite Kathrin Rosenfield, brilhante mediadora entre as culturas brasileira e austríaca, professora de Filosofia e Literatura na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tradutora de Robert Musil – entre outros autores – para o português, recebeu o renomado Prêmio Mário de Andrade por seu livro Desenveredando Rosa. Ensaios sobre a obra de J. G. Rosa (2006).

    Para a leitura na Residência é imprescindível a confirmação de presença:

    E-Mail: cultural.viena@itamaraty.gov.br ou Tel.: 01 512 0631-17.

    5 de dezembro, 19h – Daniel Munduruku

    Apresentação: Carolina Borges
    Leitura em alemão: Melanie Strasser
    Embaixada do Brasil, Pestalozzigasse 4/3° andar, 1010 Viena

    Daniel Mundurucu é o maior e mais premiado autor indígena da atualidade no Brasil, destacando-se na área da literatura infanto-juvenil. Estudioso incansável com uma extensa carreira acadêmica e mais de 40 obras publicadas, Daniel atua com educador difundindo, conscientizando e desarmando preconceitos sobre a herança indígena, se servindo da literatura como âncora da identidade que luta para preservar. Nessa noite, o autor lerá contos indígenas de diferentes obras.

  • V Concurso de Desenho Infantil

    "Brasileirinhos no Mundo" 2014! Foi lançado o V Concurso de Desenho Infantil "Brasileirinhos no Mundo", para crianças brasileiras entre 6 e 12 anos de idade residentes no exterior, com o tema "Uma história brasileira", o qual terá este ano, pela primeira vez, o formato de história em quadrinhos.

    Os dez melhores desenhos (em cada uma das duas categorias) farão jus ao "Prêmio Itamaraty de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo". 

    O período para entrega das inscrições e dos desenhos será de 1º/10/2014 a 1º/02/2015.

    Menção Honrosa da Categoria I do IV Concurso de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo 2013

    EDITAL
    O Ministério das Relações Exteriores do Brasil, por intermédio da Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, torna público, para conhecimento dos interessados, que promoverá inscrições para participação no V Concurso Internacional de Desenhos Infantis sobre o Brasil intitulado "Uma história brasileira", nos termos do artigo 22, inciso IV, da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, e nas condições estabelecidas neste Edital. Os dez melhores desenhos (em cada uma das duas categorias), escolhidos por Comissão Julgadora constituída para esse fim, farão jus ao "Prêmio Itamaraty de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo".

    CAPÍTULO I - Do Objeto
    Art. 1º O Concurso visa a promover e divulgar o interesse pelo Brasil e pela brasilidade entre o público infantil brasileiro residente no exterior. Com o tema "Uma História Brasileira", os desenhos deverão retratar, de forma criativa e original, na forma de quadrinhos, uma história envolvendo qualquer experiência direta ou indireta da vida de brasileiro(s) no exterior.

    Art. 2º Poderão inscrever-se no Concurso cidadãos brasileiros que residam no exterior e que tenham, na data da inscrição, entre 06 (seis) e 09 (nove) anos de idade (Categoria I) ou entre 10 (dez) e 12 (doze) anos de idade (Categoria II).

    Art. 3º Na forma da Lei Civil, é vedada a participação no Concurso de parentes ou afins de membros da Comissão Julgadora e de servidores do Ministério das Relações Exteriores.

    CAPÍTULO II - Das inscrições
    Art. 4º As inscrições deverão ser feitas por e-mail cujo assunto traga a frase "Inscrição - V Concurso de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo" para o endereço eletrônico:
    brasileirinhos@itamaraty.gov.br.

    Art. 5º As inscrições deverão obrigatoriamente incluir todas as informações abaixo:
    I - Título do Desenho;
    II - Nome completo e idade do Artista;
    III - Nome completo do Responsável;
    IV - Endereço de residência;
    V - Cidade;
    VI - País;
    VII - E-mail do Artista e/ou de seu Responsável;
    VIII - Telefone de contato;
    IX - Número do Passaporte do menor e/ou do Responsável.
    Parágrafo único - Caso o participante ou seu responsável não disponham de passaporte válido, será aceito, para fins de inscrição, o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Carteira de Identidade (RG).

    Art. 6º Cópia de documentação comprobatória de residência no exterior (qualquer conta ou documento com nome de um dos pais) deverá ser enviada juntamente com o desenho ou em versão digital, acompanhando o e-mail de inscrição.

    Art. 7º Associações de brasileiros ou escolas com contingente expressivo de alunos brasileiros no exterior poderão inscrever seus alunos/associados coletivamente. Nesses casos, membro adulto da associação ou professor de nacionalidade brasileira deverá constar como responsável. O endereço fornecido poderá ser o da associação/escola. Todas as demais informações individuais relativas ao autor do desenho (nome completo, telefone, e-mail, passaporte) deverão constar da inscrição.

    Art. 8º Ao efetivar a inscrição, o candidato e seus responsáveis estarão, automaticamente, concordando com as regras do Concurso, inclusive a cessão ao MRE do direito autoral do desenho, assim como do direito de publicação do mesmo, conforme estabelece o art. 111, caput, da Lei 8.666, de 21/06/1993.

    CAPÍTULO III - Dos Desenhos
    Art. 9º Cada concorrente poderá participar com apenas uma história em quadrinhos. Os desenhos poderão ser desenvolvidos em todas as modalidades (aquarelas, guaches, canetas hidrográficas e outros materiais) e utilizando todas as técnicas (colagens, tecidos e materiais diversos, entre outros), devendo ser apresentados em uma única folha de papel de desenho, de qualquer tipo, de formato A3. As histórias deverão ter no mínimo 03 (três) e no máximo 09 (nove) quadrinhos. Recomendam-se materiais outros que não lápis de cor.

    Art. 10. O desenho deverá ser, obrigatoriamente, inédito. Entende-se por inédita a obra não editada e não publicada (parcialmente ou em sua totalidade) em qualquer meio de comunicação.

    CAPÍTULO IV - Do Envio dos Desenhos
    Art. 11. O envelope com o desenho deverá ser enviado para o Consulado ou Setor Consular da Embaixada responsável pela jurisdição do local de residência do participante, constando pelo lado de fora do envelope de encaminhamento a indicação "Prêmio de Desenho Infantil Brasileirinhos no Mundo", valendo a data de recebimento no Consulado.
    § 1º Os trabalhos deverão conter, no verso do desenho, todos os dados enviados na inscrição (título do desenho; nome completo e idade do artista; nome completo do responsável pelo menor; endereço de residência e/ou da instituição responsável pela inscrição; cidade; país; e-mail; telefone; número do passaporte do menor e/ou do responsável). Não deverá haver identificação do autor no desenho em si.
    § 2º Desenhos em cujo verso não constem os dados mencionados no §1º poderão ser desclassificados.

    Art. 12. Os trabalhos deverão ser entregues devidamente acondicionados sem ser dobrados.

    Art. 13. Os Postos do Brasil no exterior serão responsáveis pelo envio dos desenhos, por meio de mala diplomática, para a Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.
    Parágrafo único - Os trabalhos não serão devolvidos a seus autores ou responsáveis após o recebimento pelo Ministério das Relações Exteriores.

    CAPÍTULO V - Prazos
    Art. 14. O período para entrega das inscrições e dos desenhos será de 01º/10/2014 a 01º/02/2015. Os concorrentes inscritos no Concurso terão até 01º/02/2015 para enviarem seus desenhos a uma das repartições brasileiras mencionadas no artigo 11, valendo a data de recebimento no Posto como a de entrega do trabalho.

    Art. 15. Serão desconsideradas as inscrições e os desenhos recebidos na Embaixada/Consulado após o prazo estipulado no artigo 14.

    Art. 16. A Comissão Julgadora terá até 15/07/2015 para reunir-se, selecionar os premiados e divulgar os resultados finais.

    CAPÍTULO VI - Da Seleção
    Art. 17. A Comissão Julgadora será integrada por até nove pessoas entre personalidades de reconhecidos méritos no campo de artes plásticas, professores ou críticos de arte, e a decisão da Comissão, em quaisquer circunstâncias, será irrecorrível. Não haverá remuneração financeira aos membros da Comissão Julgadora.

    Art. 18. A Comissão Julgadora, cuja composição será publicada no portal "Brasileiros no Mundo", escolherá, em cada uma das duas Categorias, os cinco melhores trabalhos, bem como cinco "menções honrosas".

    Art. 19. A Comissão Julgadora selecionará os desenhos a serem premiados consoante os seguintes critérios: técnica, expressividade, originalidade, criatividade e adesão ao tema.
    Parágrafo Único - A decisão da Comissão Julgadora é soberana, não se admitindo recurso e podendo a mesma, inclusive, deixar de conferir a láurea.

    Art. 20. Os membros da Comissão Julgadora reunir-se-ão para eleger os cinco melhores desenhos e as cinco menções honrosas de cada Categoria. O resultado da seleção da Comissão Julgadora será divulgado em evento próprio para esse fim, a ser realizado na cidade de Brasília, Distrito Federal, bem como na página "Brasileiros no Mundo" do Ministério das Relações Exteriores, em
    http://www.brasileirosnomundo.itamaraty.gov.br

    CAPÍTULO VII - Da premiação
    Art. 21. Os jovens artistas premiados serão agraciados no exterior pelos Postos no país de residência, recebendo kits de jogos, brinquedos e/ou livros infantis sobre o Brasil e literatura brasileira doados por parceiros do Ministério das Relações Exteriores.

    Art. 22. Caberá aos Consulados em cuja jurisdição onde residem os candidatos premiados organizarem cerimônia de premiação. Instruções aos postos sobre as premiações serão enviadas após a finalização do processo de seleção.

    Art. 23. Os desenhos premiados poderão ser incluídos em publicações diversas do MRE e em seus sítios eletrônicos.

    CAPÍTULO VIII - Das disposições finais
    Art. 24. A participação implica a plena aceitação das normas deste regulamento e o não cumprimento de qualquer uma delas acarretará a desclassificação do desenho concorrente.

    Art. 25. A Comissão Julgadora será competente para dirimir, graciosamente, eventuais dúvidas de interpretação do presente regulamento e resolver casos omissos.

    Art. 26. Elege-se o Foro de Brasília/DF para dirimir as questões oriundas deste Regulamento.

Newsletter Anmeldung

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account